Na Primeira Parte sobre minha viagem para Raleigh, na Carolina do Norte, eu descrevi alguns dos museus que você encontra na cidade e também uma das principais ruas para a vida noturna. Agora irei descrever alguns outros pontos que possam ser de interesse para quem visita a capital do estado da Carolina do Norte.

Downtown

Como eu passei um bom tempo por lá, pude conhecer não apenas as atrações turísticas mas também verificar uma série de atrações feitas por e para os moradores da região. Uma dessas atrações é o Farmer’s Market de Raleigh Downtown. É a famosa feira-livre que conhecemos aqui no Brasil. Diversos produtores locais oferecem seus produtos (frutas, legumes, verduras) recém colhidos e frescos para a população local de Raleigh. Toda Quarta-Feira eles fecham uma parte da Fayetteville St. para montar as barracas e oferecer seus produtos. É interessante ver a variedade de produtos “diferentes” que se encontra neste lugar. Diferente para nós, claro. Mas são diversas frutas raras de se ver aqui, tipos diferentes de cultivo de alguns produtos que já conhecemos, etc. Vale a pena conferir e gastar alguns dólares.

Fayetteville St. no 4th of July

Fayetteville St., esta é uma das principais ruas de Raleigh, pois é nesta rua que você irá encontrar alguns dos maiores hotéis da região, bancos, restaurantes e órgãos públicos. Em um extremo dela temo o North Caroline Theatre, e no outro temos o North Carolina State Capitol, sede do governo de Raleigh. É nesta rua também que ocorrem alguns dos eventos locais, como celebrações, festas e shows gastronômicos. Inclusive, a festa do 4 de Julho (4th of July – Comemoração da Independência dos Estados Unidos) é anualmente comemorada nesta rua com o shows de algumas bandas locais e também os famosos fogos de artifício, tendo como palco de fundo o Teatro, que é onde os fogos são instalados para o show pirotécnico no início da noite.

Nas proximidades da Fayetteville temos um outro local para quem procura Farmers Markets ou bons restaurantes. Alguns quarteirões dali, existe o City Market de Raleigh, onde você encontra não apenas comercio local de frutas e legumes frescos, mas também diversos restaurantes e bares que abrem durante a semana e também aos finais de semana. É um pequeno centro comercial, ao lado de uma praça (Moore Square) com lojas e em sua grande maioria locais para comer ou parar para beber uma cerveja ou tomar um sorvete.

Do outro lado da Moore Square, temos o Wells Fargo Imax Cinema. Uma boa pedida para o fim de noite com um filme logo depois de ter comido um lanche ou umas Buffalo Wings no City Market.

Como muitos lugares dos Estados Unidos, Raleigh não poderia ser diferente e é comum você encontrar em cada esquina uma praça gigante, com espaço para exercícios, bancos e em muitas delas estátuas ou esculturas com uma homenagem à algum personagem histórico, memoriais à combatentes de guerra ou algumas pessoas que fizeram história na região. Seria impossível de descrever aqui todas as praças e monumentos que passei durante o período que fiquei em Raleigh, mas em cada uma das atrações ou pontos turísticos que mencionei, ao lado de cada museu ou rua famosa, você terá uma praça para descanar, alimentar um esquilo ou conhecer um pouco da história de alguém que fez algo por Raleigh ou pela Carolina do Norte. Vale a pena explorar um pouco a área para conhecer as praças que rodeiam a cidade.

Como muitas das cidades em diversos locais, o Centro da Cidade costuma ser um lugar bem movimentado durante a semana, e deserto nos finais de semana. E em Raleigh Downtown não poderia ser diferente. Se você for procurar alguma diversão nos finais de semana, Downtown não é o lugar mais indicado. Apesar de todas as atrações citadas acima possuirem atividades de final de semana, 85% (dados estatísticos tirados de minha cabeça) dos estabelecimentos estarão fechados.

cheesecake_factoryEm um dos poucos finais de semana que eu fiquei em Downtown, não contando os que fui conhecer os museus e os arredores, eu acabei indo conhecer alguns shoppings e fazer algumas compras. Em uma dessas “aventuras” foi que acabei conhecendo o Crabtree Valley Mall. Este é um dos poucos shoppings cobertos da região, pelo menos coberto com o conceito do que estamos acostumados aqui no Brasil, uma grande complexo com diversas lojas e marcas dentro. Comento isso por que não é incomum encontrar em Raleigh shoppings que sejam “à céu aberto”. Ou seja, um estacionamento gigante com lojas ao redor. Mas cada loja é um complexo separado. Não é o caso do Crabtree. Nele você irá encontrar diversas lojas de departamentos, lojas de marcas famosas, de brinquedos e praça de alimentação. Mas o que me levou a escrever sobre este local não foi o shopping em si. Claro que é um ótimo lugar para fazer compras se você está de passagem por Raleigh. Não chega a ter promoções e descontos de um Outlet, mas tem preços bem atrativos. O que de fato me levou a conhecer este shopping foi o restaurante Cheesecake Factory. Até então eu só tinha ouvido falar do Cheesecake Factory, mas depois de conhecer, você não vai querer fazer suas refeições em nenhum outro lugar. Não é um lugar barato, mas vale cada dólar gasto. Uma dica, é que em qualquer restaurante eles tem os pratos especiais de almoço, que saem muito mais barato e a quantidade é suficiente para matar a fome. Apesar de ter alguns dos melhores pratos que já comi até o momento, o Cheese Cake é o carro chefe deles e é algo que você precisa experimentar, e mais de uma vez, por que são tantas as variedades que você não conseguirá se decidir logo de cara. E não pense que eles são pequenos, por que não são.

Cary

Apesar de já não ser mais em Raleigh, uma cidade próxima que fui conhecer foi Cary. Eu sempre quis visitar aquelas lojas de armas e de caça e pesca que vemos os pais levando os filhos nos filmes e seriados. Portanto esse era um dos lugares que estavam na minha lista de desejos para conhecer. Pesquisando nas proximidades, vi que havia uma loja que eu já tinha ouvido falar nos Estados Unidos, mas que nunca tive a oportunidade de conhecer. Essa loja chama-se Bass Pro Shops.

Sim, são rifles de verdade.
Sim, são rifles de verdade. Sim, são munições de verdade também.

Este é o tipo de loja que aumenta seu nível de testosterona em 25% só de você cruzar a porta. Mas falando sério, é a típica loja que mostra a cultura americana e a forma de vida deles como vemos em filmes e achamos ser exagero. Não é. É aquele tipo de lugar que você entra e fica morrendo de vontade de comprar algo só para dizer que comprou, nem que seja uma armadilha de urso e você viva em São Paulo. Eu sempre achei legal conhecer esse tipo de coisa. Não a loja propriamente dita, mas a cultura de cada local, o estilo de vida da região etc. Apesar de esse não ser um “estilo de vida” esclusivo da Carolina do Norte, é bem típico dos Estados Unidos, com suas leis de caça etc. Por isso acho que se você se identifica com a cultura, vale a pena conhecer esse tipo de lugar pois é nesse tipo de loja que você irá, de fato, estar próximo do dia-a-dia deles.

 Cary não chega a ser um lugar com uma grande atração turística, na verdade é um local bem residencial e por ser próximo à Raleigh, muitas das pessoas que trabalham em Downtown acabam morando neste lugar. As cidades mais próximas acabam sendo bem residenciais, exatamente por este motivo: por estar próximo da capital e do centro comercial. Cary tem muitos restaurantes e fast-food. Basicamente muitas opções como Burguer King, McDonalds, Wendy’s, Subway etc. E é em Cary também que tem uma enorme loja de brinquedo da Toys R US, a mais próxima que encontrei de Raleigh.

Resumo

Raleigh em sí é um lugar muito comercial. Como fui à uma viagem de trabalho, acabei ficando por lá durante as semanas que passei, e nos finais de semana que fui conhecer outros lugares da Carolina do Norte. Se você está de passagem por lá, e irá passar o fim de semana, acredito que dá pra fazer um pequeno roteiro e conhecer a maioria dos lugares de maior destaque, inclusive colocando nesse roteiro alguns restaurantes legais no seu almoço ou jantar. Existe coisas interessantes e atrações turísticas para se fazer em Raleigh, mas procure não se prender muito apenas à ela. Descubra os arredores, explore, pesquise e verá que além de downtown, outros lugares bem próximos terão um atrativo. Com apenas um final de semana na agenda? Raleigh irá te oferecer uma variedade de opções que você não se arrependerá.

Anúncios