Ubatuba possui uma variedade de atrações para quem quer ir ao Litoral, mas quer um pouco mais do que apenas praia. A cidade do Litoral Norte de São Paulo oferece alguns passeios culturais que podem complementar a sua viagem e irão lhe proporcionar bons momentos.

Locais como o Aquário de Ubatuba, o Museu do Automóvel ou o Sobradão do Porto são alguns dos exemplos de locais que deverão fazer parte de seu itinerário durante sua visita. Entre esses locais, um que realmente merece ser mencionado e mais do que isso, merece ser visitado, é o Projeto Tamar

ubatuba-projeto_tamar

O projeto TAMAR – acrônimo das palavras TArtaturas MARinhas – tem como objetivo principal a proteção e monitoração de Tartarugas Marinhas para a preservação da espécie. Não apenas isso, o projeto inclui outros trabalhos como pesquisas e tratamento de espécies, palestras além da chamada “telemetria” que acompanha o comportamento migratório das tartarugas, sua movimentação e estudos em relação à seu comportamento baseado também no clima.

O Projeto Tamar-ICMBio foi criado em 1980, pelo antigo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal-IBDF, que mais tarde se transformou no Ibama-Instituto Brasileiro de Meio Ambiente. Hoje, é reconhecido internacionalmente como uma das mais bem sucedidas experiências de conservação marinha e serve de modelo para outros países, sobretudo porque envolve as comunidades costeiras diretamente no seu trabalho socioambiental.

Espalhado em mais de 1.100 Km de costa brasileira, a unica base deles em São Paulo está localizada em Ubatuba, no Litoral Norte de São Paulo. O local é aberto ao público e cobra uma pequena entrada dos visitantes para manutenção e continuidade do projeto.

ubatuba-projeto_tamar_tanque

LocalRua Antonio Atanázio, 273, Jrd Paula Nobre
Horário: Dom. à Qui – 10h às 18h; Sex, Sáb, feriados e férias escolares – 10 às 20 horas. Durante o período letivo, fecha às quartas-feiras para manutenção.
Ingresso: R$ 16,00 (Inteira) e R$ 8,00 (Meia Entrada) – Gratuidade para Idosos, Moradores de Ubatuba e Crianças menores de 1,20m.

O site do Projeto possui muito mais informações a respeito de datas e horários, bem como de todas as atividades realizadas por eles.

A visita começa pelos diversos tanques espalhados pelo local onde diversas espécies de tartarugas marinhas ficam. Muitas delas são mantidas ali para recuperação, após terem sido resgatadas de alguma rede de pesca ou com algum ferimento causado por outros animais ou pela ação do homem em seus habitats.

ubatuba-projeto_tamar_tartaruguinhas

O local também recebe algumas outras espécies que foram “abandonadas”. Uma curiosidade sobre algumas espécies, e que está escrito e é mencionado pelos monitores do local, é exatamente o fato de algumas espécies serem famosas por sua longevidade, e com o passar dos anos seus donos acabam falecendo e os animais acabam ficando sem cuidado. São casos de cágados, jabutis etc.

ubatuba-projeto_tamar_cagado

Além dos tanques, existem algumas mostras mais “científicas” onde vemos diversos esqueletos, cascos, embriões e uma série de outras curiosidades sobre muitas das espécies e sobre como vivem as tartarugas marinhas.

Ao final existe o maior tanque do local, onde as maiores e a mais numerosa quantidade de tartarugas estão. Seguindo a mesma lógica, a maioria está ali em fase de recuperação, por terem sido resgatadas, ou analisadas durante alguma expedição.

As visitas podem ser feitas com um monitor (depende da disponibilidade de pessoas no local, pois os monitores também são as pessoas que saem para campo). Mas cada tanque e cada local tem placas que explicam a maioria dos fatos sobre as espécies etc. Portanto, uma visita não acompanhada não quer dizer que irá ser uma visita sem nenhuma informação. Pelo contrário, todos os tanques possuem diversas placas sobre as espécies, características, regiões etc.

Resumo

Conhecer o Projeto TAMAR é um passeio diferente em Ubatuba, excelente para pessoas de todas as idades e também para conscientização de adultos e crianças sobre a vida marinha da região e como o ser humano está tratando esses animais e o que estamos causando com nossas modificações no mundo, em questão de poluição de rios e mares e também de aquecimento global, que tem mudado os hábitos, inclusive reprodutivos, de algumas espécies.

É um excelente projeto e os ingressos servem para ajudar a manter. Uma ótima dica cultural e bem explicativa para as crianças conhecerem. Não deixem de passar, ao final, na lojinha do projeto. Existem dentro do local também um quiosque bem simples, com algumas bebidas e comidas, mas não é nada excepcional. Café, água, alguns bolos e sorvetes. Uma opção para uma parada no meio do passeio para se refrescar ou beber algo.

Siga o Blog nas Redes Sociais
Facebook: /eufuiblog
Twitter: @blog_eufui

Anúncios