Nossa viagem para Paraty foi relativamente rápida, ficamos apenas duas noites no local. Mas isso não foi desculpa para não aproveitarmos a cidade. Apesar de pequena (pelo menos em seu centro histórico) Paraty tem uma boa variedade de coisas para se fazer.

Considerada Patrimônio Histórico Nacional, preserva suas construções e vegetação nativa, que não podem ser modificadas. Caminhar pelo centro histórico é um passeio tranquilo e vagaroso (sim, tente andar rápido nas pedras “pés-de-moleque” e você verá a dificuldade que é). 😉

Proibida a passagem de carros por questões de preservação, o local mantém suas construções intocadas e remetem ao estilo colonial e nos levam em uma viagem no tempo, nos fazendo imaginar como era a rotina antigamente, quando a cidade era utilizada por escravos para carregar o ouro que vinha de Minas Gerais para Portugal.

paraty_casas

Breve História

Foi fundada em 1667, em torno da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios. No período teve grade destaque devido aos engenhos de cana-de-açúcar e era considerada uma referência em aguardente.  Durante o Século 18 foi um importante porto para levar ouro e pedras preciosas de Minas para Portugal. Porém com a construção de um caminha da Estrada Real que ia direto ao Rio de Janeiro, foi “esquecida”. Na década de 70 voltou ao mapa de atrações por ter mantido suas construções, mas isso somente após a construção da Rodovia Rio-Santos.

Ida à Paraty

Passamos alguns dias em Ubatuba e resolvemos esticar mais dois dias em Paraty. A estrada é tranquila, e o percurso entre Ubatuba-Paraty leva em torno de 1 hora, passando em boa parte dele por belas praias e vegetação nativa, o que vale muito a pena a observação.

Visita à Paraty

Nossa primeira noite no local começou com um passeio cultural. Fomos conhecer o Teatro Espaço e assistir a peça chamada Em Concerto. Clique no link acima para maiores detalhes dos dias e horários de exibição. É uma apresentação que não pode deixar de ser vista quando for à Paraty.

teatro_fachada

O que não falta no Centro Histórico de Paraty também são Igrejas. E é possível fazer um tour pela cidade visitando elas e algumas cobram um valor baixo (R$ 2,00) para visitas em seus museus. A maioria apresenta artes sacras, obras de alguns artistas conhecidos e esculturas muito antigas.

paraty_igreja

Ao todo são quatro igrejas somente no centro histórico. Cada uma foi sendo destinada a uma camada da população: senhoras aristocratas, escravos,  homens pardos libertos, etc.

Alguns passeios culturais podem ser feitos no Centro Histórico, como a Casa da Cultura, o Museu de Arte Sacra de Paraty ou o, já mencionado acima, Teatro de Bonecos.

É comum ouvir que Paraty é um local para se visitar em apenas um dia. E não é de todo mentira se formos considerar apenas o centro histórico da cidade. Mas existem passeios ecológicos (trilhas, cachoeiras, tirolesas) e marítimos (lanchas, escunas, mergulhos) que ocuparão um dia todo. Portanto, se você pretende ir à Paraty e ficar apenas no centro, um dia é suficiente, mas reserve dois ou mais se pretende se aventurar em um passeio de barco até alguma ilha próxima, ou se pretende fazer algum passeio ecológico.

Bares e restaurantes também não irão faltar durante sua viagem. Para todos os gostos e bolsos,  você encontrará um (ou mais de um) em cada esquina.

paraty_praia

As praias de Paraty não são próprias para banho, por ser uma região portuária, a água é suja e em algumas partes bem poluídas. Mas a paisagem é impressionante.

Resumo

Você pode passar apenas um dia em Paraty ou mais de um para aproveitar passeios que vão além do Centro Histórico. Mas com certeza terá bastante coisa pra fazer durante sua visita à cidade. Em cada rua você encontrará lojas de souvenires aos montes, sem contar lojas que vendem cachaça e uma infinidade de doces.

É um passeio que vale a pena ser feito para conhecer também um pouco da história da região e admirar a arquitetura antiga e preservada por centenas de anos. Mas se nada disso te agradar, você pode gostar de ver um gato dormindo na Janela:

paraty_gato

Anúncios